quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Regent Street, um ótimo destino

olá, Feliz Natal!
Estava dibob navegando pelo Instagram e não resisti a todas as fotos da iluminação festiva da Regent Street. Olha que maravilha!
Related image
time out
Ela é endereço de Pauline e Kin em Eclipse do Coração. Herdeiro de pequena propriedade e comerciante - leiloeiro, na cidade de Londres Wellesley Hopkin somente pode arcar com os custos de um apartamento elegante. Aqueles casarões e mansões eram para os ricos aristocratas e nobres pois contavam com muitos criados, cocheiras, compras de insumos... 

Related image
olha como as fachadas ainda são históricas. Coisa linda, né?
foto de timeout

A Regent Street era endereço muito badalado na Era Vitoriana, endereço das melhores lojas de varejo frequentado pela melhor clientela da capital do reino.
Image result for regent street illustration
a rua no meio do séc XIX - istock
O projeto de uma rua larga como os bonitos boulevards parisienses nasceu na primeira década do sec XIX com o intuito de arrumar a bagunça Londrina separando os ricos e nobres de Mayfair dos pobres trabalhadores de Soho.

Um momento para a curisiodade: 
Soho x SoHo
Image result for london x new york
gay teen
Em Nova York, largamente influenciada pela Ton Londrina Vitoriana, SoHo tem 'H' maiúsculo porque é um acrônimo para 'South of Houston Street' (sul da rua Houston, que lá se fala 'rauston', cuidado para não pronunciar 'riuston'), mas a denominação é contemporânea, do século XX. 

Parte dos Cupidos em Devon vai perambular pela Houston, Canal Street...
Vem muita coisa boa por aí...
Related image
Em Londres, de onde provavelmente se inspirou a sigla, Soho é com 'h' minúsculo pois vem de um grito de animação que o Duque de Monmouth usava no século XVII durante caçadas(segundo a wiki).

De volta à história...
O Príncipe Regente, aquele para quem Jane Austen dedicou Emma com muita má vontade, juntou a fome com a vontade de comer - coisa que o fazia famoso. Glutão, beberrão, dado a festas e orgias... Um playboy daqueles! 
Então, o Príncipe usou a necessidade de limpar a cidade de Londres, o projeto do arquiteto famoso John Nash e o desejo de boa parte da aristocracia de erguer uma divisão física entre o bonito e o feio e mandou rasgar uma rua larga ligando o Regent's Park à Carlton House, então casa do próprio Príncipe em Londres.
pinterest
Ele ficou animadíssimo com o projeto, dizia que ia fazer inveja a Napoleão. Tinha obsessão com o Francês, até arrematou uma mesinha entalhada como espólio de guerra só porque foi de Nap.
pinimg
Claro, uma empreitada dessas demora. Desapropriações, impedimentos, a linha reta virou uma curva e em quase dez anos de negociações e construções, o Príncipe Regente virou Rei George IV e com isso, passou a morar em Buckingham. Sua casa na cidade, a Carlton House em Pall Mall perdeu a função e ele mandou demolir!
E a rua que era construída para ligar essa casa ao (seu) parque?
Oras, ficou pronta... 
E bacana. 
Mas a função principal foi perdida.

Nash, o arquiteto, fez um projeto tão bacana que no meio da rua - chamada Quadrant - foram criadas colunatas para sustentar marquises bem amplas protegendo as calçadas confortáveis. Advinha para que? Para que as pessoas pudessem passear independente das intempéries. Era shopping center! 
Image result for regent street illustration
a rua no início do séc XIX - wiki
Mas, como nem tudo sai como o planejado, lá pela metade do século, com o desenvolvimento da revolução industrial, as ferrovias, e explosão demográfica e a pobreza, a prostituição ganhou força e as working girls faziam ponto sob as colunatas after hours
Nessa época foram demolidas e para revitalizar a área reforçando a natureza fashionista das lojas, elas passaram a funcionar até as 19hs.


Até hoje é ponto de comércio de alto nível, recheado de flagship stores totalmente protegido pelo patrimônio histórico. A loja da Apple, por exemplo, ainda tem os mosaicos de vidro Murano da loja original, Salvati.
Image result for apple store regent street mosaic
salvati architectural mosaic database

Rua Paysandu é Regent Street carioca 
Image result for rua paissandu rj
pinterest
Sabia?
Com o dote do casamento, Conde d'Eu comprou um castelo para morar com sua família - e se distanciar da parentada da esposa dizem as fofocas. 
A rua foi aberta em 1865 para que a casa da Princesa Isabel e Conde d'Eu tivesse acesso direto ao mar. D Pedro II mandou rasgar a cidade e ladear de palmeiras imperiais que resistem até hoje - claro, muitas replantadas. 
Devo dizer que a rua é meu sonho de consumo.
Image result for rua paissandu rj
mlivre
Hoje a casa dos pombinhos Isabel e d'Eu é sede do governo do estado. E o caminho, rua nobre, Paissandu ou Payssandú tem esse nome porque foi nesse ano que o Brasil ganhou uma batalha no Uruguai nesta província.

Morando nas imediações de Regent Street
A Regent Street é como um paredão de prédios interligados, recurso comum da arquitetura da época, de forma que era realmente uma barreira dividindo a cidade.
Related image
amazon
Quando Devon conhece os Hopkins - Pauline e Kin - eles moram do lado do Soho - o que deixava claro que não eram aristocráticos. Podiam ter algum dinheiro, mas as origens eram um tanto humildes. 
Para bom entendedor, meia palavra basta...
Image result for regent street illustration vintage
royalt parade em regent street - period paper
A classe média crescia, com isso a cidade precisou acomodar essa nova demanda de pessoas com poder aquisitivo, mas sem raízes profundas. Quem era rico de maré-de-si tinha mansões em Mayfair e até em Kensington, área rural à época de Eclipse do Coração, povoava as praças elegantes como Cavendish e Grosvenor. 

No caso dos Hopkins, escolhi uma moradia que começava a popularizar na época, a divisão de uma mansão em apartamentos independentes para abrigar várias famílias abastadas. O apartamento deles era bom, vários cômodos, mas muito menor que  a mansão Devon de Londres.
No entanto, nesses apartamentos de terraces e mansion blocks, havia unidades de 2.000m²! Que maravilha!
Image result for victorian illustration drawing room
pinterest
Em Regent street havia essa ocupação em alguns dos endereços e principalmente no parque do final da rua que ocupou a área da Carlton House. 
pinimg
Os Carlton Terrace, Cumberland Terrace e Chester Terrace eram casas de alta classe que pela fachada pareciam ser uma única mansão, mas por dentro eram divididas. 
Image result for carlton house
Carlton house terrace - wiki
plnta de CINCO apartamentos/unidades - british history
Nem por isso havia menos luxo. Grandes escadarias, cômodos para receber visitas, quartos íntimos e de serviço para a criadagem e até, em alguns casos, cocheiras coletivas.
Podia-se manter cavalos e carruagens ou usar de aluguel, como hoje. Uber do século XIX, por assim dizer. Mas, para se ter status, tinha-se que ter seu próprio carro, digo, carruagem.

Um dia falamos de tipos de carruagens, que tal?
Image result for the annoying painting carriage
pinterest
O terrace mais famoso é o Albany dedicado a homens solteiros da aristocracia
Pensou: ah, olha só! Devia rolar de um tudo ali, hein?...
É isso mesmo, tem vários livros que mencionam a vida em Albany. Dickens, Doyle, cada coisa!
Image result for the albany
wiki
Teremos um cavalheiro muito distinto dos Cupidos em Devon que fará uma temporada em Albany devido a reviravoltas na vida... Aguarde...

Enfim, estamos no Natal e ver a Regent Street me fez pensar em tudo isso sobre o  lugar...
Related image
já ouviu falar em Krampus, o diabinho de Natal?
Se comportou bem nesse ano? tsk, tsk!...
flashback
Acho que vou voltar para os Cupidos e terminar a revisão do último volume composto... 

Dá uma saudade das amizades que a gente faz na vida, né?
Related image
bjus!

PS.:
Já falei outras cositas sobre romances históricos, era Vitoriana, Regência, etc. Tem links na barra lateral aqui do blog falando sobre cartas, Devon x Devonshire, girl power no sec XIXcasas de bonecas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário