quarta-feira, 11 de março de 2020

RAPs de Jane Austen 3 - Biografia musicada de Jane Austen

é o que?
Sim, miga Janeite, RAP!
hey, ho, Darcy é um amô


A rainha de popularidade, Regina George da literatura, não poderia escapar de paródias, repentes e poesias. Né?
RAP - rhythm and poetry ou ritmo e poesia - é um ritmo musical que une rimas + fala ritmada + linguagem popular. Traduzindo para o Português, é igual ao repente.

Eu gosto muito de Snoopy Doggy Dog - ou seja lá como ele se chama hoje em dia. Drop it like it's hot me parece algo que Lizzy Bennet cantaria para Darcy...
E se um babaquinha vier de caô pra cima de você
Abandona como se estivesse quente (na mão)
Abandona como se estivesse quente

Abandona como se estivesse quente
giphy


Bem, aqui eu estava fuçando a internet atrás de regras sociais para promessas quebradas no século 19 e achei uma coisa,
daí cliquei em outra, que puxou um assunto e
fui dali para outro e quando vi...
achei 'JANE AUSTEN RAP'
ah, vá!...
E sabe do que mais? Vários!

Vou te mostrar os que achei mais curiosos relevantes.
History bombs! - biografia de Austen

Para todos eu posto a transcrição e tradução (minha, livre)
Divirta-se...


Essa do History bombs! é o clip que mais gostei. Conciso, bem humorado, curto. A History Bombs é uma empresa de mídia inovadora do Reino Unido que produz conteúdo educacional premiado para envolver e inspirar públicos de todas as idades, especialmente para ajudar professores de história. Dizem que são apaixonados por capacitar educadores com conteúdo de alta qualidade, projetado para aumentar a compreensão e o envolvimento dos alunos. 
A série toda tem várias personalidades e acontecimentos da história, mas de Austen são especialmente bacanas. Além desse rap, há um especial de achar um namorado (a) no século 21 pelos olhos de Austen. Há!


>> A história de Jane Austen (resumida) <<

*jardim*
DARCY: Ah! Miss Bennet. Como estão seus pais?
ELIZABETH: Sr. Darcy, fale mais claramente. Não me amas?
DARCY: Ah, por favor, com licença. * foge *
ELIZABETH: Hein?
APRESENTADOR: Senhoras e senhores, é hora de uma heroína genuína com prosa definitiva nos problemas da sociedade, suas opiniões ainda estão ecoando, mas por que essa jovem inglesa é tão atemporal?
LEITORA: Porque os homens modernos ainda estão covardes!
APRESENTADOR: Vamos descobrir, sim? Aqui começamos a  história bombástica de Jane Austen!
* dentro de casa *
DIRETORA ESCOLA: Jane e Cassandra, parem de cochichar.
Eu nunca tive duas irmãs tão espirituosas!
AUSTEN: Je suis desole [sic] Madame La Tournelle
CASSANDRA: Ou melhor, senhorita Hackett, como sabemos bem!
DIRETORA: Senhorita Austen, você tem muita imaginação. E uma inclinação travessa.
Oh, queridas meninas, eu tenho más notícias, seu pagamento está bastante atrasado.
APRESENTADOR: Jane Austen nasceu em Steventon, Inglaterra, em 1775. Aos 10 anos, ela frequentou o internato com sua irmã, Cassandra, sob a orientação de uma diretora enigmática que tinha uma perna postiça misteriosa. No entanto, incapaz de pagar as taxas escolares, Jane logo voltou para casa, onde continuou seus estudos na biblioteca do pai.
AUSTEN: Oh, Cassandra, estou consternada! 
As mulheres na ficção são tão fracamente retratadas.
Todos os suspiros e sorrisos e adoração incapaz de mais do que paixão!
CASSANDRA: Bem, Jane, se você se acha tão inteligente
Por que não ver se você pode fazer melhor?
AUSTEN: Ah sim! Que desafio excelente. Vamos ver quantas eu consigo fazer desmaiar!
APRESENTADOR: Na adolescência, Jane escreveu mais de 90.000 palavras, principalmente poemas e histórias. Ela também escreveu uma paródia da história da Inglaterra.
Boa ideia!
Ela também criou numerosas peças amadoras para entreter sua família exibindo grande talento para comédia e sátira.
CASSANDRA DE CARTOLA: Senhorita Pennyweather, você deve me achar fascinante
Você não está impressionada com a minha dança épica?
Em Londres, observei uma dança de paixão
Garanto que esta é a última moda!
AUSTEN ATUANDO: Sr. Jackson, quem você acha que está impressionando?
Sua vermelhidão na bochecha é bastante angustiante!
CASSANDRA: Claramente, você nunca testemunhou tal talento!
AUSTEN: Bastante. Gostaria que eu arranjasse uma cadeira para você?
APRESENTADOR: A própria Jane logo começou a receber convites para bailes na área de Hampshire. Dado o seu ambiente rural, estes eram frequentados por um grupo familiar de famílias conhecidas. No entanto, aos 20 anos de idade, ela faria um novo conhecido: um jovem aspirante a advogado irlandês que teve uma grande influência nela.
* Jane esbarra em um homem *
LEFROY: Peço desculpas, a culpa foi minha.
Posso ter a ousadia de perguntar seu nome?
AUSTEN: Ah, claro, sim senhor, eu sou Jane Austen.
Você vem a bailes frequentemente em Hampshire?
LEFROY: Ah, senhorita Austen! Eu ouvi grandes coisas
da minha tia em Ashe, a quem estou visitando.
AUSTEN: Oh, a Sra. Lefroy, ela é tão gentil e honesta
LEFROY: Na verdade, eu sou sobrinho dela.
Meu nome é Thomas.
APRESENTADOR: Apesar de seu carinho genuíno, a família de Tom Lefroy não aprovou seu relacionamento. Jane começou a escrever uma nova história na qual suau protagonista inteligente, mas pobre, supera seu status social para se casar com Colin Firth - quero dizer, Sr. Darcy, publicado mais tarde como Orgulho e Preconceito.
* Baile de orgulho e preconceito *
ELIZABETH: Sr. Darcy, você tem um coração de vidro
ou apenas algo preso na sua bunda?
DARCY: Ah! Perdoe-me Miss Bennet, meus olhares solenes,
Pedirei desculpas profusamente até o final do livro.
ELIZABETH: Bem, até então, vamos conversar educadamente.
Você já reparou que este baile se dispersou totalmente?
DARCY: Então eu lhe desejo boa noite, Elizabeth,
meus sentimentos por você transbordam.
ELIZABETH: O que?
APRESENTADOR: Casamento, amor e riqueza continuaram sendo temas-chave nos romances de Jane. Ela também gostava de zombar de vários personagens obcecados com status social e conexões nobres. Com 25 anos, ela se mudou com seus pais para Bath, na moda, e iria mais tarde, empregar a cidade como pano de fundo notável em seus romances.
*Persuasão*
SIR ELLIOT: Ha! A viscondessa Dalrymple chega em Bath.
ELIZABETH ELLIOT: Nossa relação mais nobre! Talvez nós cruzemos caminhos. 
Ou talvez ela pense em nos visitar
SIR ELLIOT: Oh, por favor Deus, que ela não nos despreze!
* Abadia de Norhtanger *
Mr TILNEY: Senhorita Morland, eu me declaro magoado
Você escolheu não se juntar a mim na caminhada.
Devo concluir que não significo nada para você?
CATHERINE: Ah não! Pelo contrário.
Permita-me te beijar!
APRESENTADOR: Aos 30 anos, após a morte de seu pai, Jane mudou-se para a propriedade do irmão em Chawton, Hampshire, que ele havia herdado da família Knight que o adotou. Foi ali que Jane teve tempo de se concentrar em seus romances publicando quatro em sua vida. Ao lidar com sua editora, ela não aceitava ser enrolada.
EDITOR: suas vendas inconstantes apresentam um dilema,
Pagarei 450 libras pelo direito de Emma.
AUSTEN: Sr. Murray, eu te declaro um trapaceiro
Orgulho&Preconceito provou que minha ficção está em voga.
EDITOR: Sim, mas esta é uma aposta assustadora,
minhas maiores vendas são história, memórias e viagens.
AUSTEN: Bem, nesse caso, bom senhor, eu vou me publicar.
Não tenho dúvida de que ele voará da prateleira!
APRESENTADOR: Infelizmente para Jane, as vendas de Emma eram baixas, na verdade, ela ganhou apenas 650 libras de seus romances no total. Publicar como 'Uma dama' também significava que ela não foi uma autora célebre em sua vida. 
Jane ficou doente e mudou-se para Winchester, onde ela morreu com apenas 42 anos. 
Mas nos 200 anos desde sua morte, seu trabalho se tornou imensamente popular.
* S & S 1995 *
EDWARD FERRARS: Eu não sou casado, sou seu Eleanor.
Rápido, comece a chorar e você poderá ganhar um Oscar!

* Emma 2009 *
EMMA: Oh, senhor Knightley, eu sempre te amei
Ou pelo menos desde ontem, isso é verdade.

* MP 2007 *
EDMUND: Ah, mas Fanny, você me ama?
FANNY: Ah, sim, Edmund, como mel para a abelha!

* Diário de Bridget Jones 2001 *
DARCY: mas realmente Bridget, como estão seus pais?
LEITORA: Ah, cale a boca o Darcy e me dê um beijo!

APRESENTADOR: Apesar de não ter tido grande repercussão em vida, Austen se tornou uma pioneira. Considerada agora um titã literária, um ícone feminino corajoso e britânico. Da escrita peças da infância em família, para sucessos de vendas, uma célebre autora mundial, nada mal para a filha de um reverendo de Hampshire.
* bang *
CAVALHEIRO: Pelo amor de Deus! O que está acontecendo lá fora?
Deve ser um francês
ELIZABETH: um zumbi. * mostra uma arma *
* Orgulho e Preconceito e zumbis 2016 *
CAVALHEIRO: um zumbi?
ELIZABETH: Eu cuidei disso.



>> original <<
History bombs!

History of Jane Austen (in One Take) | History Bombs
*garden*
DARCY: Ah! Miss Bennet. How are your parents?
ELIZABETH: Mr. Darcy, speak plainer. Do you not love me?
DARCY: Ah, please excuse me. *flees*
ELIZABETH: Huh?
PRESENTER: Ladies and gentlemen, it's time for a genuine heroine with definitive prose on society's woes, her flows are still echoing but why is this young English woman 
so timeless?
READER: 'Cos modern men are still spineless!
PRESENTER: Let's find out, shall we? Here we begin the history bomb of Jane Austen!
*inside the house*
HEADMISTRESS: Jane and Cassandra, quit your whispers
I've never had two more spirited sisters!
AUSTEN: Je suis desole [sic] Madame La Tournelle
CASSANDRA: Or rather Miss Hackett as we know well!
HEADMISTRESS: Miss Austen, you have quite the imagination
And a mischievous inclination.
Oh dear girls, I have bad news,
Your tuition fees are quite overdue.
PRESENTER: Jane Austen was born in Steventon, England in 1775. At the age of 10 she attended boarding school with her sister, Cassandra under the guidance of an enigmatic headmistress With a mysterious cork leg. However unable to afford the school fees Jane soon returned home where she continued her schooling in her father's library.
AUSTEN: Oh, Cassandra, I am dismayed!
Women in fiction are so weakly portrayed.
All sighs and smiles and adoration
incapable of more than infatuation!
CASSANDRA: Well Jane, if you think yourself so clever
Why not see if you can do better?
AUSTEN: Oh, yes! What an excellent challenge
Let's see how much swooning I can manage!
PRESENTER: In her teenage years Jane wrote over 90.000 words mainly poems and stories satirising popular romantic novels.She even wrote a parody of 'The history of England'.
Nice idea!
She also created numerous private theatricals to entertain her family displaying great flair for comedy and satire.
CASSANDRA WITH A TOP HAT: Miss Pennyweather, you must find me entrancing
Are you not impressed with my epic dancing?
In London I observed such a dance of passion
I assure this is the latest fashion!
AUSTEN ACTING: Mr Jackson, who do you think you're impressing?
Your redness of cheek is rather distressing!
CASSANDRA: Clearly you have never witnessesd such flair!
AUSTEN: Quite. Would you like me to get you a chair?
PRESENTER: Jane herself soon began receiving invitations to balls in the Hampshire area. Given her rural setting, these were often attended by a familiar group of locals. However, at the age of 20, she would make a new acquaintace: an aspiring young Irish lawyer who had quite an effect on her.
*Jane bumps into a man*
LEFROY: I do apologise, I am to blame.
May I be so bold as to ask your name?
AUSTEN: Ah, why yes Sir, I'm Jane Austen.
Do you dance in Hampshire often?
LEFROY: Ah, Miss Austen! I've heard great things
from my aunt in Ashe whom I'm visiting.
AUSTEN: Oh, with Mrs. Lefroy, she's so kind and honest
LEFROY: Indeed, I'm her nephew.
My name's Thomas.
PRESENTER: Despite their genuine affection, Tom Lefroy's family did not approve of their match as Jane's family had no money.Jane soon began writing a new story in which her intelligent but poor protagonist does overcome her social status to marry Colin Firth- I mean, Mr. Darcy, later published as Pride and Prejudice.
*Pride and Prejudice ball*
ELIZABETH: Mr. Darcy, have you a heart of glass
or merely something stuck up your ass?
DARCY: Ah! Forgive me Miss Bennet, my solemn looks,
I will apologize profusely by the end of the book.
ELIZABETH: Well, until then let us politely converse.
Have you noticed this ball has fully dispersed?
DARCY: Then I bid you good evening, Elizabeth,
my feelings for you do overfloweth.
ELIZABETH: What?
PRESENTER: Marriage, love and wealth remained key themes throughout Jane's novels. She also enjoyed poking fun at a number of characters obsessed with social status and noble connections.
At the age of 25 she moved with her parents to highly fashionable Bath and would later employ the city as a notable backdrop within her novels.
*Persuasion*
SIR ELLIOT: Ha! Viscountess Dalrymple arrives in Bath.
ELIZABETH ELLIOT: Our most noble relation! Perhaps we'll cross paths.
Or maybe she'll thibk to call upon us
SIR ELLIOT: Oh, please God, let her not snub us!
*Norhtanger Abbey*
Mr TILNEY: Miss Morland, I declare myself to be hurt
You chose not to join me at the concert.
Should I conclude I mean nothing to you?
CATHERINE: Oh, no! On the contrary.
Allow me kiss you!
PRESENTER: At the age of 30, following the death of her father, Jane moved to her brother's estate in Chawton, Hampshire, which he had reently inherited from the Knight family. It was here that Jane had the time  to concentrate on her novels publishing four in her lifetime. In dealings with her publisher, she was not to be overawed.
PUBLISHER: Your varying sales present a dilemma,
I'll pay 450 pounds for the right to Emma.
AUSTEN: Mr. Murray, i do declare you a rogue
P&P proved my fiction's in vogue.
PUBLISHER: Yes, but this is a frightful gamble,
my big sellers are history, memoirs and travel.
AUSTEN: Wel in that case good Sir, I'll publish myself.
I have no doubt it'll fly off the shelf!
PRESENTER: Sadly for Jane, sales of Emma were poor, in fact she earned only 650 pounds from her novels in total. Publishing as 'A Lady' also meant she was not a celebrated author in her lifetime. Jane fell ill and moved to Winchester where she died at just 42. But in the 200 yeats since her death, her work has become hugely popular.
*S&S 1995*
EDWARD FERRARS: I am not married, I'm yours Eleanor.
Quick, start crying and you might win an Oscar!
*Emma 2009*
EMMA:  Oh, mr. Knightley, I've always loved you
Or at least since yesterday, that much is true.
*MP 2007*
EDMUND: Oh, but Fanny, do you love me?
FANNY: Oh, yes, Edmund, like honey to the bee!
*Bridget Jones's Diary 2001*
DARCY: but really Bridget, how are your parents?
READER: Oh, shut up Darcy and give me a snog!
PRESENTER: Whilst not in her lifetime finding favour Austen has become a trailblazer. Considered now a literary titan, a brave and British female icon, from writing family childhood plays, to bos office hits and turns on stage, a globally celebrated female author not bad for a Hampshire reverend's daughter.
*bang*
GENTLEMAN: Great Scott! What's going on out there?
Must be a Frenchman
ELIZABETH: a zombie. *shows a gun*
*Pride and Prejudice and zombies 2016*
GENTLEMAN: a zombie?
ELIZABETH: I dealt with it.

---


e aí? Gostou desse?


Viva Austen!
Mulher maravilha, unanimidade!









Nenhum comentário:

Postar um comentário