sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Emma é uma obra de arte

olá!
Desde ontem só se fala da nova adaptação de Emma, um filme com lançamento para o ano que vem.

Pelo trailer, eu achei bem legal!

- Mr. Woodhouse divertido ao invés de paradão;
- Emma debochada;
- Churchil parecendo mais vilão do que nunca - já falei que IMO ele é o maior vilão de Austen;
- mais que tudo: bonito que doi!

Achei uma lindeza!
o dedinho para abrir a porta da carruagem... o máximo!...

Logo liguei com os pintores Holandeses... 
Loko, né?

fiquei pensando como é que fiz essa conexão...
Muito mais louco do que qualquer um poderia pensar...

Falei da minissérie aqui e o livro  aqui. A atriz que faz Emma, Anya Taylor-Joy foi a garota do interior amedrontada, tímida e inocente que era dada em casamento para um comerciante de açúcar de Amsterdam que tinha um segredo proibitivo para a época - século 16, acho - assim como sua irmã carrancuda e criados estranhos. O mistério rola quando essa garota apavorada começa a receber miniaturas, réplicas perfeitas da mansão onde ela foi morar depois de casada, incluindo das pessoas. Bem bacana.
Anya, que tem origem Argentina, tem aqueles olhões, parece mesmo estar com medo o tempo todo; uma pessoa desconfiada. Confesso que não tive curiosidade em assistir mais nada dela e fiquei com essa impressão da atriz na cabeça - uma personagem definiu a atriz. Quem nunca?

Quando vi que ela seria Emma, esperei um tipo de Gwyneth, Emma bobinha, aguada, maria-vai-com-as-outras, quase-mas-nem-tanto como no original. E... Que surpresa! No trailer do filme, ela é atrevida, debochada, divertida!
Adorei!
Tão colorida, amarelos, rosas, pregas, chapéus!

E os pintores Holandeses?
Do miniaturista...
Compara!
poster oficial x Joachim Patinir- A penitência de São Gerônimo - sec 16


Vermeer - Garota com brinco de pérola, sec 17



Tô animada assim, ó!
Cavalheiro risonho, Frans Hals - sec 17



Nenhum comentário:

Postar um comentário