& Moira Bianchi: Lordes Imperfeitos

Lordes Imperfeitos

uma série de Romances de Época


LORDES IMPERFEITOS

Eles são belos, ricos, charmosos, nobres e... cheios de defeitos!

Nesta série de Romances de Época (quase sempre século 19), eu e minha partner Lucy Dib, criamos heróis cheios de imperfeições perfeitas o suficiente para matar qualquer leitora de amores.

pinterest

Desde nossa parceria muito feliz em 'CARTAS À DORA', Lucy e eu temos trabalhado juntas em outros projetos. Esse é muito especial porque nos dá asas para voar longe imaginando romances independentes e vinculados.

Foi mais ou menos assim...



 muito divertido escrever desta forma! 

Quando chegamos ao meio da trama, pedimos que a outra insira uma carta. Como assim? 

Pode ser carta de amante desaparecido, de pai raivoso, de fofoca, de parente, de cobrança, de médico, anônima! O nosso combinado é que esta carta deve virar a trama de ponta-cabeça.

pinterest
Desta forma, conseguimos unir o prazer de escrever com o prazer de ler, bagunçamos participamos ativamente do processo criativo uma da outra, vivemos duas histórias de amor de cada vez.


SEMPRE EM DUPLA &

SEMPRE DE DUPLA AUTORIA

gifer
Os romances serão sempre lançados de 2 em 2

duas histórias com o mesmo tema.

O primeiro é: SOVINICE

sinopses oficiais de:

"O CONDE SOVINA"

"Achado não é roubado, quem achou pode manter guardado." 

Para o Conde de Itsdale, qualquer inclusão em seu acervo era lucro: investimentos, propriedades, o coração de uma bela dama de lábios vermelhos como rubi... Cada ação que ele dava era cuidadosamente calculada para causar nenhum ou pouco prejuízo, procurava evitar despesas, mas não contava em achar o amor no seu esquema de sovinice.
Uma dama prendada feita preceptora contra sua vontade, duas crianças de sangue azul, um conde acidental e todas as economias de uma vida investidas em uma paixão inesperada.

Compre agora!

ebook

capa dura

brochura

~~~~

"O DUQUE MUQUIRANA"

“-De que me adianta um título e viver na escuridão? Não me casarei com um nome, casarei com um homem. - Ela disse. Oliver, o Duque, não acreditava que aquilo estava acontecendo. A moça desfazia dele como se ele fosse um simples ceifador.
-Não se preocupe com a escuridão. Em noites de lua cheia, basta puxar as cortinas que as grandes vidraças de Shropshire Hall a iluminarão.
-As luzes da noite podem até iluminar um cômodo, mas as trevas certamente dominariam minha alma.”
Quando Jemina Rockingham precisou fugir e pediu ajuda à amável Viscondessa Gladstone não poderia imaginar que achar que acharia refúgio com o insuportável e muquirana sobrinho dela, o duque que vivia isolado do resto da família.
Sir Oliver Ainworth, desconfiava das intenções da tia, mas nunca passou por sua mente que ao tentar descobrir o segredo da visitante misteriosa, se enroscaria nas armadilhas do destino.

Compre agora!

ebook

brochura

~~~~

"O BARÃO BÊBADO"

Lady Jill Duval não procurava um pretendente, ela vivia única e exclusivamente para cumprir a vingança que o pai a fez prometer antes de falecer. Em cartas bem detalhadas, Lorde Duval deixou para a filha detalhes do triste fim de sua vida patrocinado pela ganância do detestável Barão de Vinton.

Exilada em Portugal na companhia de uma tia freira, Jill viveu a vida toda como órfã em colégio interno, saboreando mágoas e desilusões. A memória do pai ela tinha viva nas cartas e lamentos direcionados ao Lorde Imperfeito dono de banco a quem ela deveria culpar todo seu infortúnio.

Logo que ela se sente pronta para executar o plano, ela regressa a Londres e começam os imprevistos. O barão que destruiu seu pai já não vive mais, agora é o filho dele quem ocupa o cargo de presidente do banco e dono das posses usurpadas dos Duval.

Lorde Harrison Vinton é um bom vivant apaixonado por vinho. Acreditando já ter cumprido seu dever com a nação desde que pediu dispensa da marinha, Harry se dedica aos prazeres do fruto da videira e do aconchego de damas habilidosas. Nada lhe importa além das festas até que conhece a bela e intrigante Lady Jill.

Ele resiste, ela lhe parece boa demais para ser verdade. Lindos olhos brilhantes sempre direcionados nele, boa de copo, inteligente e apaixonante, a garota parecia saída dos seus sonhos para ser sua companheira no bar e no quarto. Ora, um homem vivido como ele saberia se defender de uma tentação daquelas, não era mesmo?...

Como então ele se vê obrigado a casar com ela?

E como ela se descobre tão apaixonada por ele?

Um romance saboroso e apimentado, que vai embriagar o coração das leitoras, fazendo-as suspirar e torcer pela felicidade que Jill só achará na redenção de Harry; uma intriga por vez, a cada virar de páginas. Bailes glamorosos, festas animadas, porres monumentais, Londres Vitoriana, cartas do passado, doces portugueses, amantes ciumentas, intrigas, um cenário perfeito para os amantes de romance e de Jane Austen.

Obs.: Este romance é uma obra de ficção em que as autoras usam da imaginação sem perder de vista a severidade do vício em bebidas alcoólicas e a doença da incapacidade de beber com segurança. Tudo é tratado com leveza, e ao final, encontram o final feliz que merecem.

LEIA AGORA!


~~~~

"O MARQUÊS EMBRIAGADO"

logo

~~~~

... ... ...

Teremos muitos defeitos e muitos nobres.






Teremos mimos e delicadezas como um glossário e curiosidades históricas em cada romance.

insta pitangus


Teremos ebook 

       

livro físico caprichadíssimos.


Teremos ninho na PITANGUS EDITORIAL, amada, querida, poderosa.

gifer

Teremos brindes e bacanices.

Esperamos ter você como leitora amante desses





Opiniões? Temos!
Um romance de época apaixonante que me conquistou desde a primeira página. Narrado na terceira pessoa permite uma visão mais ampla da história, aproximando ainda mais o leitor dos personagens que são peculiares e encantadores.

Devo admitir que foi uma história que obviamente foi bem pesquisada e então o leitor vai aprender muito ao mesmo tempo que conhece a história de amor desses dois. Esse ponto para mim é de extrema importância e muito positivo e quero parabenizar a autora pela pesquisa.





Nenhum comentário:

Postar um comentário