terça-feira, 14 de maio de 2013

Encontro da JASBRA-RJ no domingo

Olá,

No próximo domingo tem Darcy evento... 
Oops, Tilney evento!

Teremos um encontro da Jane Austen Sociedade do Brasil na Livraria da Travessa do Shopping Leblon. Todos e todas são bemvindos!


Vamos jogar conversa fora (adoro!) falando sobre o livro 'A Abadia de Northanger' que foi publicado após o falecimento de Jane Austen apesar de ter sido escrito18 anos antes.



 esse é o filme de 2007 com roteiro do Andew Davis que 
também adaptou Orgulho e Preconceito de Colin Firth


Para ler o livro (curtinho) basta baixar aqui (JA já está em domínio público). Obrigada Free-eBooks.net.  

É uma delícia acompanhar o flerte de Tilney e Catherine, e ver a heróina - que nada tinha de heroína - viajar na maionese dos romances góticos.

    TRECHO CAP 3  
'... As duas (Catherine e sua vizinha que a levou a Bath, Sra.Allen) fizeram sua aparição nos Salões Baixos e, aqui, o destino foi mais favorável à nossa heroína. O mestre de cerimônias a apresentou a um jovem muito cavalheiro para parceiro. Seu nome era Tilney. Ele parecia ter 24, 25 anos, era bem alto, tinha feições agradáveis, olhos muito inteligentes e lívidos e, se não era muito bonito, estava perto disso. Sua abordagem era boa, e Catherine se sentiu com muita sorte. Havia pouco tempo livre para falar enquanto dançavam, mas quando se sentaram para o chá, ela o descobriu tão agradável quanto acreditava que ele fosse. 
Ele conversava com fluência e espírito, e havia uma malícia e uma graça em seus modos que chamavam atenção, embora dificilmente fossem compreendidas por ela. Depois de conversar por algum tempo sobre aqueles assuntos que surgiram naturalmente dos objetos ao redor deles, ele subitamente se dirigiu a ela com – “Até então fui muito negligente, madame, quanto às atenções apropriadas a um parceiro; ainda não lhe perguntei há quanto tempo está em Bath; se já esteve aqui antes; se já foi aos Salões Superiores, ao teatro e ao concerto; e se gostou do lugar. Fui muito negligente – mas, está disposta a me satisfazer com tais detalhes? Se estiver, começarei imediatamente”.  
"Não precisa se dar ao trabalho, senhor”. 
“Nenhum trabalho, eu lhe asseguro, madame”. Então, usando seus traços para construir um sorriso pronto, e artificialmente suavizando sua voz, ele acrescentou, com um ar afetado, “Está há muito tempo em Bath, madame?” 
“Cerca de uma semana, senhor”, replicou Catherine, tentando não rir. 
“Sério?”, perguntou com falsa surpresa. 
“Por que a surpresa, senhor?” 
“Sim, é verdade! Por que...?”, ele disse em seu tom natural. 
“Mas, alguma emoção deveria ser provocada por sua resposta, e a surpresa é a mais facilmente aceitável, e não menos racional que qualquer outra. Agora, prossigamos. Nunca esteve aqui antes, madame?” 
“Nunca, senhor”. 
“Ora! Você já honrou os Salões Superiores?” 
“Sim senhor, estive lá na última segunda-feira”. 
“Já foi ao teatro?” 
“Sim, senhor, estive na peça de terça-feira”. 
“Ao concerto?” 
“Sim senhor, na quarta-feira”. 
“E você está gostando de Bath, como um todo?” 
“Sim, gosto muito”. 
“Agora devo sorrir falsamente, e então poderemos ser racionais novamente”. 
Catherine virou sua cabeça, sem saber se poderia se aventurar a rir. 
“Vejo o que você pensa de mim”, ele disse, gravemente – “Deverei ser nada além de uma triste figura em seu diário, amanhã”. 
“Meu diário?!” 
“Sim, sei exatamente o que você dirá: Sexta-feira, fui aos Salões Inferiores. Vesti meu roupão de seda enfeitado de ramos com detalhes azuis, sapatos pretos lisos que pareceram cair muito bem, mas fui estranhamente incomodada por um homem pouco genial e esquisito, que me fez dançar com ele e me agoniou com suas besteiras”. 
“Na verdade, não devo dizer tais coisas”. 
“Devo lhe dizer o que você diria?” 
“Se quiser”. 
“Dancei com um jovem muito agradável, apresentado pelo senhor King. Conversei muito com ele e me pareceu ser um gênio dos mais extraordinários. Espero que eu conheça mais dele. Isso, madame, é o que desejo que escreva”. “
Mas, talvez, eu não tenha diário algum”.'

Não é uma delícia? 
JJ Field como Henry Tilney... Yummy!

Um romance dentro de um romance, como diz o lindinho Craig do lindinho filme 'O clube de leitura de Jane Austen'.  




 
O quê Jane faria?  
Ela iria para o Shopping Leblon passar a tarde de domingo cazamigas!  
Vem também!

 
Jane Austen Brasil: Encontro Regional da JASBRA-RJ em maio: A Anna Katharine nos convida para mais um encontro regional da JASBRA-RJ! Detalhes no convite abaixo! E vejam como ficou lindo! A di...


ah... E Mr Darcy? Ele vem também, sempre!
Até lá!

As notas: Bla,bla,bla, imagens do Googgle, e eu sou não sou a representante da JASBRA-RJ.