quinta-feira, 8 de junho de 2017

Eu No Mundo dos livros

Olá!
Ontem coloquei em dia minhas pendências com as parceiras queridas e hoje a fofa Carolaine do No Mundo dos Livros já postou a EntrevINSTA lindinha... Olha só:

Qual dos livros que voce já leu mais te encantou?? 
Mmmm... Com certeza, o maior impacto veio de ‘Orgulho e Preconceito’ de Jane Austen porque com depois dele senti aquela vontade de quero mais tão forte que descobri o mundo das fanfics. Me apaixonei tanto que passei a produzir adaptações e romances inspirados. Mas o primeiro foi ‘A ladeira da saudade’ de Ganymédes José.

Qual seu autor e sua autora favoritos? 
Austen, sempre! Mas leio de tudo. Agatha Christie, Clarice Lispector, ando vidrada nos romances históricos por uns projetos novos- calada!

De onde surge motivação para escrever seus livros? E como surgem suas ideias para formação da história?? 
Vêm de todo lugar e de nenhum ao mesmo tempo... As Princesas Possíveis por exemplo nasceram das pérolas que achei na praia e no metrô, sabia que tinha que contar aquela estória... Mas demorou para vir. Quando me veio, Rafí era a própria Cinderela e tinha amigas... Daí aos contos de fadas foi um pulo. Então, acho que essas estórias por exemplo vieram de um dia na praia!

Quando você percebeu seu dom para escrever?? 
Aos poucos... Fiquei meio constrangida a princípio, mas quando reli o que escrevi gostei. Mostrei para uma amiga esperando que ela dissesse que ‘falta isso’ ou ‘explica aquilo’, mas ela perguntou ‘tem mais?’ Descobri que escrever me dava tanto prazer quanto ler o que outros escreviam então assumi escrever o que gosto de ler.

Muitas outras pessoas têm vontade de escrever um livro, mas tem receio de mostrar o que escreve, você já teve esse medo? Se sim como conseguiu supera-lo?? 
Tive muito receio, escrevia de madrugada quando não conseguia dormir. Com o tempo, passei a não dormir para poder escrever sozinha na sala, no escuro, no celular! Como disse, gostei do que li na manhã seguinte. Aos pouquinhos fui ficando confiante... Mas só contei ao meu marido quando já tinha uns 5 capítulos prontos do meu primeiro livro, Friendship of a special kind.

Quais conselhos você dá para quem sonha em ser escritora?? 
Tenta! Escreve até gostar do que você lê.

O que te inspirou a escrever as Princesas Possíveis ?? E qual seus personagens preferidos?? 
Já falei como comecei a escrever o primeiro livro – que é o segundo da série ‘Noiva em  pérolas’ inspirado em Cinderela. Rafí, a personagem principal, conversa com a irmã Melissa e a amiga Bianca, reclama do atraso da amiga Cecília, pede conselhos à amiga Ariela... Eram muitas outras personagens que ‘pediam’ para contar suas próprias versões então eu me dei o desafio de escrever uma série. Não sabia se ia conseguir... Só contei para as pessoas quando tive certeza que estava bacana, que eram 6 estórias diferentes e coesas, que se integravam e não se repetiam e sabe de uma coisa? Amei a experiência! Estou até pensando em repetir a dose! ;) 
Personagem preferido? Nem sob tortura eu digo!

Alguma vez você aprendeu algo com uma crítica? Se aprendeu, isso mudou seu jeito de escrever?? 
Aprendo sempre, até com as positivas. Porque não digo, mas sempre tenho uma quedinha por um personagem ou outro; daí alguém vem me dizer que a-m-o-u outro personagem meu por isso ou por aquilo e eu me reavalio. Acho que faz parte, me corrijo, procuro melhorar, me explico e aprimoro. Mas nem sempre é fácil Dói às vez.

Qual foi a maior dificuldade que você teve para publicar seu primeiro livro? E qual a sensação de vê-los nas livrarias?? 
Sou indie, então nas livrarias formais vou agora com a Antologia ‘Querida Jane Austen, uma homenagem’ da Leque Rosa – Editora Bezz que celebra os Bicentenário de falecimento da diva. Te falo em Agosto! ;) Cite uma frase que te define? Nada na vida é tão bom que não possa ser aprimorado.

Pra finalizar deixe um recado pros leitores, em especial pros seus leitores: 
Uma das coisas mais legais de escrever é receber feedback. Adoro quando alguém me acha no Facebook ou Twitter ou Insta para dizer: ‘Li seu livro!’ Se puder, faça isso também. As Princesas Possíveis estão aí, um novo conto de fadas moderno e pé-no-chão a cada 2 meses – são 6 motivos para falar comigo...

Não é muita lindeza?...