quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Os Maias

Olá...
O calor aqui no Rio não dá trégua. Tá fogo! Mesmo!...

Minha epopéia literária continua, agora com um clássico de Eça.
Meu pai costuma brincar que 'Eça é um devasso, um Nelson Rodrigues Português'! haha

Mas adoro esse livro. Principalmente a primeira parte... *suspiro*

segue


hot rio chick

Os Maias

Eça de Queirós
livro 1
capítulo III
página 40

"Depois da ceia, Vilaça acompanhou ainda um momento Afonso da Maia à livraria, onde, antes de recolher, ele tomava sempre à inglesa o seu conhaque e soda.

O aposento, a que as velhas estantes de pau−preto davam um ar severo, estava adormecido tepidamente, na penumbra suave, com as cortinas bem fechadas, um resto de lume na chaminé, e o globo do candeeiro pondo a sua claridade serena na mesa coberta de livros. Em baixo, os repuxos cantavam alto no silêncio da noite.

Enquanto o escudeiro rolava para o pé da poltrona de Afonso, numa mesa baixa, os cristais e as garrafas de soda, Vilaça, com as mãos nos bolsos, de pé e pensativo, olhava a brasa da acha que morria na cinza branca. Depois ergueu a cabeça, para murmurar, como ao acaso :

– Aquele rapazito é esperto...

– Quem ? o Eusebiozinho ? – disse Afonso, que se acomodava junto ao fogão, enchendo alegremente o cachimbo. – Eu tremo de o ver cá, Vilaça ! O Carlos não gosta dele, e tivemos aí um desgosto horroroso...

Foi já há meses. Havia uma procissão e o Eusebiozinho ia de anjo... As Silveiras, excelentes mulheres, coitadas, mandaram−no cá para o mostrar à viscondessa, já vestido de anjo. Pois senhores, distraímo−nos, e o Carlos, que o andava a rondar, apodera−se dele, leva−o para o sótão, e, meu caro Vilaça... Em primeiro lugar ia−o matando porque embirra com anjos... Mas o pior não foi isso. Imagine você o nosso terror, quando nos aparece o Eusebiozinho aos berros pela titi, todo desfrisado, sem uma asa, com a outra a bater−lhe os calcanhares dependurada de um barbante, a coroa de rosas enterrada até ao pescoço, e os galões de ouro, os tules, as lantejoulas, toda a vestimenta celeste em frangalhos !... Enfim, um anjo depenado e sovado... Eu ia dando cabo do Carlos.

Bebeu metade da sua soda, e passando a mão pelas barbas, acrescentou, com uma satisfação profunda :

– É levado do Diabo, Vilaça !

O administrador, sentado agora à borda de uma cadeira, esboçou uma risadinha muda ; depois ficou calado, olhando Afonso, com as mãos nos joelhos, como esquecido e vago, Ia abrir os lábios, hesitou ainda, tossiu de leve ; e continuou a seguir pensativamente as faíscas que erravam sobre as achas.

Afonso da Maia, no entanto, com as pernas estiradas para o lume, recomeçara a falar do Silveirinha.

Tinha três ou quatro meses mais que Carlos, mas estava enfezado, estiolado, por uma educação à portuguesa : daquela idade ainda dormia no choco com as criadas, nunca o lavavam para o não constiparem, andava couraçado de rolos de flanelas ! Passava os dias nas saias da titi a decorar versos, paginas inteiras do Catecismo de Perseverança. Ele por curiosidade um dia abrira este livreco e vira lá 'que, o Sol é que anda em volta da Terra (como antes de Galileu), e que Nosso Senhor todas as manhãs dá as ordens ao Sol, para onde há−de ir e onde há−de parar, etc., etc.' E assim lhe estavam arranjando uma almazinha de bacharel...

Vilaça teve outra risadinha silenciosa. Depois, como subitamente decidido, ergueu−se, fez estalar os dedos, disse estas palavras :

– Vossa Excelência sabe que apareceu a Monforte ?

Afonso, sem mover a cabeça, reclinado para as costas da poltrona, perguntou tranquilamente, envolvido
no fumo do cachimbo :

– Em Lisboa ?"
---


Ah, como essa família me seduz...
hot rio chick eça de queiroz 40 páginas 40





Anúncio: 40 páginas 40 é meu jeitinho de engolir celebrar meu aniversário de 40 anos. 
Divulgando esses 40 livros bacanérrimos, de maneira nenhuma quero prejudicar os autores. 
Se você, como eu, gosta do que lê, compre o livro! 
Todos os 40 livros estão listados aqui na barra lateral. ►
Achei as imagens no Google. Créditos a quem postou primeiro.