quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Quando a Disney foi só nossa

olá!
Não, não reencarnamos MJ e fechamos o Magic Kingdom ... mas foi tudo tão mais tranquilo do que nos ensinaram que parecia ser só para nós...

Como já falei aqui, preparamos tudo para levar nosso bebezão de 4 anos aos parques de Orlando, EUA. A vida corrida e cheia de compromissos literários não me permitiu fazer grandes planos, então pedi ajuda... Aí é que lascou tudo.

O problema de Orlando é que TODO MUNDO tem dicas ótimas para dar. Se você colocar no Google, aparecem trocentos blogs, inúmeras páginas, regras, dicas, avisos... Uma loucura. Comecei a achar tudo CONFUSO exatamente pelo excesso de fontes. Pirei? Mais ou menos.

Era a primeira vez para todos aqui de casa, então eu tinha algumas pirações achando que meu filho não ia aproveitar, que não ia comer bem, etc... Tudo bobeira: ele amou, foi à maioria dos brinquedos nos 7 parques que fomos, comeu melhor do que nos fins de semana aqui no Rio (quando geralmente saímos sem rumo e sem hora para voltar), dormiu bem, nada de doenças - nem mesmo tosse.

Então, para registrar minhas experiências e dar ao Google mais uma fonte, segue o meu...


GUIA PARA ORLANDO 
COM CRIANÇA DE 4 ANOS


Comida: Eu relaxei de deixei meu filho à vontade. No café da manhã do hotel tinha iogurte e sucrilhos, então ele comia todo dia pela manhã. É mais ou menos o que ele come em casa, com a variação do tipo de iogurte. Um dia ele comeu muffins mas como não eram de chocolate, não fizeram muito sucesso. Os sucos ele preferiu o de maçã ao de laranja que é ácido nos EUA.

Sempre almoçamos nos parques, então ele comia o Kid's meal disponível. Mac'n'cheese não fez muito sucesso, mas com umas lascas de peru (aquela coxa de brontossauro, sabe? Delícia defumada!) foi bem. Infelizmente ele não tem o hábito de comer cenoura crua, então ele optava por frutas que sempre tinham uvas e laranjas que ele adora. E todinho (chocolate milk) em todas as refeições. Mesmo quando ele comia só nuggets e purê de batatas (que não come em casa, mas que lá comeu todo dia...), o leite com chocolate ajudava a alimentar. É costume americano ter leite nas refeições das crianças, e meu filho adorou.

Lanche nos parques eu sempre tinha uma lancheira com maçã, biscoitos (Oreos e Gold fish que comprei no mercado lá), barrinhas e balas. Quando ele tinha fome, sempre dava certo pescar alguma coisa dessa lancheira e só de vez em quando a gente comprava cupcakes de chocolate, ou brownies... Ah, os brownies...

No jantar a gente escolhia um restaurante bacana e quando meu filho ainda estava acordado (quase nunca) ele comia o kids meal. Se já tinha capotado, eu dava uma mamadeira de todinho de Pediasure que vende no mercado lá. Aqui ele nunca precisou tomar nenhum reforço alimentar mas como estava nessa batida frenética, eu dei na viagem. Deu certo.

Para nós, os campeões foram as figurinhas carimbadas: Olive Garden, Chili's e Cheesecake factory. Sem novidades, né?

Filas: não tinha! Segunda quinzena de setembro estava tudo tranquilo. Pegamos fila para tirar foto com personagens na Disney, no brinquedo do Toy Story no Hollywood Studios e no dos Minions no Islands of Adventure . E só! Um sonho, tudo com 5 minutos de espera! Todas as dicas, apps e tabelas de monitoramento de filas que eu tinha visto não foram necessários. Só na Splash Mountain fomos 3 vezes seguidas! Yupi, Disney só para nós!

Parques: Com 4 anos, meu filho aproveitou 90% de todos os parques. Só no Islands of Adventure que os brinquedos são mais radicais ele ficou de fora de uns 4 ou 5, de resto, curtiu tudo. Ele já tem 1,10m então não tinha muita restrição de altura. Acho que só aproveitaria mais se fosse menina e se interessasse pelo exército de princesas... mas aí talvez não curtisse tanto as montanha-russas... Em suma, a Disney e seus parques (não fomos ao Epcot), o Universal, o Sea World e o LEGOland (uma fofura de parque, vaziiiio...) são para quem tem 4 anos, sim.

Clima: quente como o Rio no verão, pés d´água a qualquer momento, noites fresquinhas. Chuchu beleza. Mas... sempre cubra o carrinho com a capa de chuva porque quando vc voltar do brinquedo o carrinho vai estar molhado de uma chuva que vc não viu! E sim, NINGUÉM mexe nos carrinhos. Pode deixar até mochila.

Parques x estadias: ficamos só 10 dias porque uma das dicas que ouvimos foi a que nosso filho não aguentaria mais que 10 dias... bobeira. Acabamos fazendo uma maratona de 8 dias de parque (Magic Kingdom x2, Animal Kingdom , Hollywood Studios , Universal , Islands of Adventure, Legoland, Sea World). No final, estávamos todos cansados demais... Da próxima vez, faremos parques dia sim, dia não.

Hotel: eu queria um hotel com copa por causa da alimentação do meu filho. Deu mega certo. A filha de uma amiga fez reservas excelentes para mim (ela é uma consultora freela de Disney, tão apaixonada que já foi 4 vezes esse ano!) tanto de carro, ingressos e hotel. Ficamos no Extended Stay Lake Buena Vista. Pertinho de tudo e sem engarrafamentos. Quando estávamos cansados demais, comprávamos comida, cervejinha e jantávamos no quarto depois de um banho quente. Café da manhã simples mas farto. Recomendo.

Carro: Tudo é longe e tem estacionamento ótimo e de graça. Exceto os parques que cobram o roubo de US$ 15,00 por dia. Fora o que já se pagou de ingresso, mais 15 é de doer. O tanque que completamos quando entrou na reserva (só uma vez para os 10 dias) custou US$ 40,00.

Halloween: pegamos dois- o do Mickey e o do Universal. Não curtimos Walking Dead & Cia então nem cogitamos o do Universal que tinha classificação 13 anos. O da Disney compramos pela internet e adoramos. O parque - Magic Kingdom - fica aberto até depois da meia noite, tem trick or treat, um monte de doces são distribuídos, a parada é dos vilões, show de fogos especial... muito bacana.

Autógrafos: levamos um bloquinho fofo em forma de havainas e uma caneta dobrável com luz... não funcionou. Os personagem adoraram as novidades, Mickey elogiou (gesticulando) o bloquinho, Donald hipnotizou as cobras com a caneta iluminada mas como as mãos deles todos têm luvas, bloquinho pequeno e canetinha que dobra é muito difícil de manusear... Tem que ser caderno e canetona, como as que eles vendem lá nas lojas ($$$).

NOSSO ranking de brinquedos favoritos:
Hollywood Studios: 
Toy Story
os teatrinhos (mesmo que em Inglês) 
Star Wars! Long live Vader!
Magic Kingdom: 
Splash mountain 
Cortar o cabelo (não é brinquedos, mas a barbearia funciona e meu filho amou a experiência)
Philharmagic
Animal Kingdom:
Expedition Everest
Musical Procurando Nemo no teatro
Sea World:
Empire of the Penguin
Shamu
Legoland:
Montar carrinhos para as corridas
Show dos piratas
Islands of Adventure:
Harry Potter - perfeito!!
Homem Aranha
Transformers
Universal Studios:
Play do George o curioso
Springfield

Canseira: De matar! Porque além dos parques, queremos diversão de adultos que é compras... Né?

De tudo, valeram mais as dicas e reservas da consultora. Vale perguntar e deixar que ela organize sua vida. Para dicas de profissa (que eu desisti de seguir quando decidi curtir mais que bater ponto) veja esse blog. De primeira. E um conselho, fique o máximo que puder (e seu bolso deixar) que é para deixar o corpo descansar um pouco.

E mais? Curtir!