sexta-feira, 27 de setembro de 2013

E o bis?

olá pessoal, um tempão que não posto nada...
Sorry, mas estive de férias - próximo post será sobre a viagem.

Hoje falo sobre o ROCK IN RIO 2013.

EU FUI

Esse ano perdi a data da compra (relâmpago) de ingressos e deixei passar a minha chance de tietar Bon Jovi mas o Rock in Rio Club ficou com pena de mim e me mandou um link para comprar ingressos de última hora. A essa altura eu já estava de viagem marcada para Disney - primeira viagem grande do meu pequeno Wickham - e só me restava escolher entre Jared Letho e Beyoncé. Escolha NADA difícil mas meu marido quis ver 'Bundoncé' ao vivo e lá fomos nós.

No primeiro Rock in Rio eu tinha 12 anos e não havia maneira dos meus pais me deixarem ir. Minha irmã mais velha 7 anos foi e isso me magoou ainda mais. Me sentia o próprio Vidal - sem moto... mas a prima dele tinha ido ao festival e por isso ele também ia... Enfim, 

EU NÃO FUI

Desde então, estar presente em todas as edições seguintes é primordial para mim. Adoro! No Maraca, na Cidade do Rock velha, agora nessa nova bacanérrima, sempre acho o máximo.

Mas dessa vez, vi algumas coisas que nunca vi antes.

- Tive que dar a volta no Rio Centro A PÉ para pegar os ingressos: bicho, sabe o tamanho do quarteirão do Rio Centro??? Perdi a abertura da Orquestra Sinfônica e metade do Tributo a Cazuza. E tudo do Sunset apesar de ter pego o ônibus VIP às 16:00hs no Centro. Chato.

- Vazamentos de esgoto/água/líquido em frente aos camarotes, perto dos banheiros, perto do Sunset: Éca!

- Pessoas alteradas (no mau sentido) e querendo arrumar confusão: Chato x 20. No banheiro, para comprar cerveja nos vendedores de bomba, atendendo nas lanchonetes, comprando lanche. Quem paga R$ 250,00 para arrumar confusão com os outros???

- Lanches ruins: Sempre foi caro comer e beber no RIR, mas esse ano tudo estava blergh. Até o Bob's to go - que geralmente não é igual ao lanche que se compra nas lojas mas esse ano estava pior.

- NINGUÉM FEZ BIS: Gente, cadê o bis?

Sem bis, a gente não conheceria Miltinho!! Quem é dos 80 e fâ do Lulu no Canecão sabe do que estou falando. É no bis que o artista sai do set list e solta a franga se divertindo de verdade... E não teve.

era gato, juro.

Apesar do show lindo de se ver da Beyoncé, quem empolgou foi David Ghetta. Mas também não fez bis. Uma amiga esteve no dia do Bruce Springsteen e disse que ele quase foi expulso do palco pelos fogos que atropelaram o show dele... 

No final das contas, eu adorei como sempre mas senti falta da empolgação: de Bundoncé, do povo em geral, dos artistas no Bis...

Será que estamos ficando acostumados com RIR?

Mas de qualquer forma, eu quero bis!!!!
EU VOU!