quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Santa leitura, Batman!

Salve, salve simpatia!
Tenho amigas Darcy muito fofas, como já postei aqui antes. Elas são realmente demais.

Algumas delas conseguiram a proeza de ler minha fanfic de Orgulho e Preconceito usando o tradutor do Google. Carácoles, 'How William Darcy persuaded Lizzy Bennett to love again' aka Friendship of a special kind - FOASK tem mais de 190K palavras!

 Gente, é uma loucura ler 41 capítulos usando o tradutor automático.



Eu fiquei tão envaidecida com o interesse delas que resolvi preparar um presentinho. Um carinho para minhas queridas Amguinhas Darcy: estou trabalhando em uma versão em Português de quatro capítulos de FOASK- o final de semana muito sexy que Darcy e Lizzy passam em Boston.


 
Ontem postei um pedacinho para elas no Facebook - por falar nisso, você já curtiu a fanpage lá? Você pode ganhar um chaveirinho das Havaianas. Então, posto aqui também.

Olha aí, quentinho e BETA total.

trecho do Capítulo 6
versão Beta
classificação +18

sinopse: Depois de mais de 15 dias sem se ver e somente falando on line, Darcy e Lizzy se econtram novamente, cheios de más intenções.

"A mesa do bar era pequena e redonda, assim eles encostaram os cotovelos deixando a corrente elétrica entre eles fluir. O silêncio durou até o primeiro gole e Lizzy não resistiu mais. 

‘Você está muito bonito. Ainda mais do que eu me lembrava.' Havia algo sobre este homem que a fazia atrevida, e dada a sua história passada, ela não queria perder tempo fazendo joguinhos. 

‘Estou feliz que você se lembre.’ Darcy disse em um sorriso incrivelmente sexy. 

Ela sorriu. ‘Você fez questão que eu não esquecesse, não foi?’ Lizzy respondeu sarcasticamente. 

‘Elizabeth, eu quero pedir desculpas mais uma vez por ter hackeado seu celular, agora para valer.’ Ele disse com sinceridade. ‘Eu estava fora da mim. Lamento ter feito você se sentir desconfortável.‘

Ela lhe deu um sorriso irônico e não respondeu. Isso o fez se contorcer. 

‘Eu particularmente lamento ter lhe dado qualquer razão para não gostar de mim.' Darcy continuou a abrir seu coração. 

"Ah, isso é fofo!" Lizzy pensou, dando-lhe um pequeno sorriso, bem pequeno, mas genuíno. ‘Will, eu odiei. Eu me senti invadida, você não me deu a chance de decidir se eu queria te dar todos os meus contatos. Mas de alguma forma, eu não fiquei com medo. Embora eu acho que deveria ter tido - ‘ 

‘Querida, por favor acredite que eu tive as melhores intenções -’ Darcy interrompeu-a mas parou no meio da frase, rindo da estupidez de suas palavras. 

Lizzy riu suavemente. ‘Nunca achei que você fosse um assassino, apesar da perseguição. 
Você é? Você vai me atacar? ‘ Lizzy perguntou com uma sobrancelha levantada. 

‘Não vou matar você, mas você está linda, deliciosa. Eu tenho que admitir que me sinto tentado a atacá-la ...‘ Darcy flertou. 

'Nossa! Por um segundo eu pensei que você ia me mostrar dentes de vampiro!‘ Lizzy brincou, perdida em seu olhar intenso. "
-----

E aí, gostou? Promissor?




Para ler o capítulo na íntegra, clique aqui.
Também tem o guest post no Darcyholic Diversions, a songfic, e os vampiros, e a versão em Inglês do roteiro de cinema... Sei, tô me enchendo de tarefas... Mas vou cumprir todas. Prometo! 

Beijos e não se esqueça de curtir a fanpage no Facebook!




aviso: imagens achadas no Google, Fanfic minha, amigas queridas enviadas pelo xuxuzinho do Darcy. ;)