terça-feira, 17 de julho de 2012

A difícil tarefa de escrever em Português

Olá, pessoal!

É, pois é... Postei ontem e hoje já tem post novo...
É Lizzy, em Inglês é tão mais fácil... Vixe!

É que estou trabalhando na versão em Português do meu conto fanfic e está tão difícil... Tô mega insegura. Fico lembrando das minhas professoras de Português e a altivez que eu tinha para julgar os textos que elas traziam... Sempre comparando com Clarice, Sabino, Eça...

Nossa, tô me achando uma analfa! Sem qualidade, sem poesia...

Não ri não, Antônio Carlos. Tá fogis!
Ainda mais quando entro na área de HMS... Êita, que tá brabis.

Pedi pras minhas Amiguinhas Darcy do Facebook me darem uma mão e lerem esse trechinho. Vou postar todo o conto aqui no blog, numas 4 partes. Esse é só um rascunho de um pedacinho da segunda parte. 

Se vc por acaso ler e gostar, me fala? Deixa um comentário? Brigadinha.
bj



 

Como William Darcy poderia ter conhecido Lizzy Bennett

-trecho 2a parte-

 ---
sumário(zinho): Darcy e Lizzy são americanos, 20 e poucos anos, estão na faculdade e se conhecem em Trindade - Paraty, durante o feirado de Ano Novo.  Ela (de Meryton, MA) veio com dois amigos - Charlo e Dennie (o personagem Charlotte foi dividido em dois); ele (de Seattle, WA) veio com seis amigos - seu imão Ricky (Coronel Fitzwilliam, primo no canon), Bingley, Jane, e mais três amigos do tempo de escola). Este é os segundo dia de Darcy em Trindade e o terceiro de Lizzy. Na noite anterior teve um luau na praia.
Para público adulto, +18 anos.Relacionamentos homo são mencionados.
---

É aqui que eles estão: Cachadaço

Só quando uma galera bagunceira de Brasileiros foi embora, os caras de Seattle ficaram sozinhos na Cachadaço e finalmente conseguiram relaxar deitados na água verdinha e calma. Mas seu relaxamento foi interrompido por uma risadaria histérica vindo da mata, seguida de um silêncio profundo. Eles não deram importância e fecharam os olhos atrás dos seus óculos de sol e bonés, aproveitando o prazer absurdo de poder ter uma piscina natural exclusiva. Nem cinco minutos depois a risadaria recomeçou ainda mais alta e os três amigos de Meryton saíram correndo da mata, praticamente sem ar.

‘Meu Deus!’ Exclamou Bingley levantando da água e protegendo os olhos do sol. ‘Vocês ok?’ Ele não falava nada de Português, e não estava certo se esses três falavam Inglês como ele, mas ele tinha que fazer alguma coisa.

Os três amigos pararam tão abruptamente que quase se chocaram, tão surpresos de encontrar a Cachadaço ocupada que perderam a fala por alguns segundos. Mas a risadaria logo recomeçou.

Quando Lizzy conseguiu respirar de novo, ela disse (mais para Charlo e Dennie do que respondendo Bingley): ‘Eu estou ok. Não fui eu quem sentou num formigueiro!’

‘Nem eu!’ Dennie concordou e as duas recomeçaram a risadaria; enquanto o humilhado, puto e dolorido Charlo caminhava para o mar na intenção de colocar seu traseiro picado de molho na água salgada.

Will não conseguiu segurar o sorriso e teve que responder ao riso encantador de Lizzy, e também à sua bela figura dentro de shortinhos, tênis e sutiã de biquíni. Ele reparou que ela segurava uma camiseta, talvez ela tivesse tirado por causa do calorão. Ela usava um biquininho de listras coloridas que só ajudava seus seios lindos, e ele mal podia esperar para ver o quê o shortinho preto escondia.

---

É isso. E então?...

Para ler a primeira parte inteira, clique aqui.

Covardia, né? Mas teve uma foto da Lizzy, tinha que ter Darcy também. ;)